Marketing pessoal

Como o Marketing Pessoal pode ajudar no desenvolvimento do networking

O marketing pessoal nada mais é do que a imagem que você constrói de você mesmo. Essa imagem te ajuda a se posicionar com sua rede de relacionamentos e a ser bem visto.

Pode ser um aspecto decisivo quando precisar de uma indicação de trabalho, um favor de um amigo ou até mesmo na hora de influenciar uma pessoa.

Quando o marketing pessoal é bem definido e consistente fica mais fácil atrair pessoas que se interessem pelo que você compartilha e por seus valores, gerando uma rede com qualidade e pontos em comum.

Marketing pessoal e Networking

Se você deseja construir um bom networking mas ainda não trabalhou seu marketing pessoal, é hora de repensar sua estratégia.

O marketing pessoal é imprescindível para atrair contatos que se identifiquem com você e pessoas que são de áreas correlacionadas à sua, que podem ser interessantes para seu crescimento pessoal ou profissional e até para aprender coisas novas.

Pensando em criar um bom marketing pessoal você precisará entender onde está e onde quer chegar, quais os perfis das pessoas das quais deseja se aproximar e o porquê disso, além de identificar seus valores e concepções para que só então comece a formar sua rede de relacionamento.

Ao levantar as informações anteriores, você conseguirá definir metas para melhorar seu marketing pessoal.

Veja alguns itens importantes na hora de começar a pensar no desenvolvimento do seu marketing pessoal:

  • Seja consistente com os valores que você tem e os que demonstra publicamente;
  • Invista em autoconhecimento;
  • Identifique seus pontos fracos e pontos fortes e mantenha-se em constante melhoria;
  • Busque se aprofundar nos assuntos de seu interesse e evite ser superficial;
  • Peça feedbacks às pessoas mais próximas;
  • Procure ser direto em sua comunicação.

Após começar a construir seu marketing pessoal, você deve buscar retomar contatos e verificar quem está em sua rede que realmente é relevante para sua vida pessoal e profissional.

Mas não subestime uma pessoa por ser mais simples ou pelo trabalho dela ser muito diferente do seu, você pode se surpreender com as contribuições que essa pessoa pode dar.

Quando falamos sobre networking, não se trata apenas de colegas de trabalho ou funcionários de outras empresas, podemos incluir amigos da faculdade, vizinhos, amigos, contatos antigos e claro, os novos que surgirão.

Essa rede de relacionamento deve ser alimentada com telefonemas, e-mails, mensagens e encontros sempre que possível.

É muito comum conseguir indicações e opiniões importantes em diversas áreas, como por exemplo, para encontrar fornecedores, serviços, promoções e até indicações de emprego, apenas nessas conversas esporádicas com seus contatos.

Por fim, você deve trabalhar aspectos de sua personalidade como timidez, comunicação, autoestima e arrogância para que não impactem diretamente em seu networking.

Tome cuidado com as coisas que você expõe e evite assuntos muito polêmicos como política e religião que podem criar desentendimentos.

Suas atitudes e postura são avaliados por sua rede de contatos, e o seu networking é uma grande fonte de visibilidade, oportunidades, conhecimento e socialização então cuide bem dele.

Deixe um comentário