Entenda o que é Break Even

Uma das grandes preocupações dos empreendedores, principalmente em meio ao cenário de crise, é manter o equilíbrio financeiro da sua empresa.

O Break Even ou Ponto de Equilíbrio informa que nível um investimento deve atingir para recuperar seu desembolso inicial.

Ele é considerado uma margem de segurança para um determinado negócio.

O que é uma análise de Break Even?

A análise do ponto de equilíbrio envolve o cálculo e o exame da margem de segurança de uma entidade com base nas receitas coletadas e nos custos associados.

Analisando diferentes níveis de preços relacionados a vários níveis de demanda, uma empresa utiliza esta análise para determinar qual nível de vendas é necessário para cobrir os custos fixos totais da empresa.

Uma análise do lado da demanda daria ao vendedor uma visão significativa sobre os lucros com uma venda.

Como funciona a análise de ponto de equilíbrio

A análise de Break Even é útil na determinação do nível de produção ou de uma meta de vendas.

Esse tipo de análise depende de um cálculo do ponto de equilíbrio.

O ponto de equilíbrio é calculado dividindo-se o total de custos fixos de produção pelo preço de um produto por unidade individual menos os custos variáveis ​​de produção.

Os custos fixos são aqueles que permanecem os mesmos, independentemente de quantas unidades são vendidas.

A análise de ponto de equilíbrio analisa o nível de custos fixos em relação ao lucro obtido por cada unidade adicional produzida e vendida.

Em geral, uma empresa com custos fixos mais baixos terá um ponto de venda mais baixo.

Por exemplo, uma empresa com R$ 0 de custos fixos será automaticamente equilibrada mesmo com a venda do primeiro produto, assumindo que os custos variáveis não excedam a receita de vendas.

No entanto, o acúmulo de custos variáveis ​​limitará a alavancagem da empresa, pois essas despesas provêm de cada item vendido.

A análise de ponto de equilíbrio também é usada pelos investidores para determinar a que preço eles atingirão o valor de uma negociação ou investimento.

O cálculo é útil ao negociar ou criar uma estratégia para comprar opções ou um produto de renda fixa.

Margem de contribuição

O conceito de análise de ponto de equilíbrio lida com a margem de contribuição de um produto. A margem de contribuição é o excesso entre o preço de venda do produto e o custo variável total.

Por exemplo, se um item é vendido por R$ 100, os custos fixos totais são de R$ 25 por unidade e os custos variáveis ​​totais são de R$ 60 por unidade, a margem de contribuição do produto é de R$ 40 (R$ 100 – R$ 60).

Esses R$ 40 refletem o valor da receita coletada para cobrir os custos fixos restantes, excluídos ao calcular a margem de contribuição.

Calculando o Break Even

O cálculo do ponto de Break Even pode usar duas equações. No primeiro cálculo, divida os custos fixos totais pela margem de contribuição unitária.

No exemplo acima, suponha que o valor de todos os custos fixos seja R$ 20.000.

Com uma margem de contribuição de R$ 40, o ponto de equilíbrio é de 500 unidades (R$ 20.000 dividido por R$ 40).

Com a venda de 500 unidades, o pagamento de todos os custos fixos está concluído e a empresa registrará um lucro ou prejuízo líquido de R$ 0.

Como alternativa, o cálculo também pode ser feito dividindo os custos fixos totais pelo índice da margem de contribuição.

O índice da margem de contribuição é a margem de contribuição por unidade dividida pelo preço de venda.

Retornando ao exemplo acima, a taxa de margem de contribuição é de 40% (margem de contribuição de R$ 40 por item dividida pelo preço de venda de R$ 100 por item).

Portanto, o ponto de equilíbrio do ponto de vista do dinheiro é de R$ 50.000 (R$ 20.000 em custos fixos totais divididos por 40%).

Confirme isso, multiplicando o ponto de equilíbrio em unidades (500) pelo preço de venda (R$ 100), que é igual a R$ 50.000.

Deixe um comentário